RCC Ribeirão Preto realiza 17ª Edição da Semana de Louvor!

Aconteceu na semana de 22 a 26 de julho, a 17ª Edição da Semana de Louvor na Arquidiocese de Ribeirão Preto. Os eventos se concentraram no salão da Paróquia Santa Terezinha Doutora e levaram muitas pessoas a louvar e a agradecer ao Senhor.

Com as presenças de Padre Helder e Padre Eduardo José, do Instituto Missionário Servos de Jesus Salvador (Salvistas), do Padre Carlos, assessor da RCC na Arquidiocese de Ribeirão Preto, Marcelo Marangon, Presidente da RCC Estadual de São Paulo e Renato Carvalho, Coordenador Arquidiocesano da RCC, iniciamos a 17ª Semana de Louvor com uma Santa Missa presidida pelo nosso Arcebispo, Dom Moacir.

Na celebração, Dom Moacir nos falou que como Maria Madalena, cuja liturgia celebramos na última segunda-feira, devemos “ir ao encontro dos irmãos e anunciar o Senhor, nos colocando em missão e assim, no dia-a-dia, anunciar a alegria do encontro com o Cristo”.

Com o desejo de que a Semana de Louvor nos ajudasse a entender o infinito amor de Deus derramado em nossos corações pelo Espírito Santo, Dom Moacir terminou a homilia pedindo para que possamos ser missão como nos pede o Papa Francisco.

Na terça-feira, a palavra que o Senhor nos colocou como tema foi a de Gênesis 2, 7 “O Sopro da Vida.” Padre Helder nos levou a refletir com tal passagem e a perceber que Deus, em sua infinita bondade, manifesta sua presença de três formas: na ação, que é o Pai, na palavra, que é o Filho, e no Sopro, que é o Espírito Santo. “Nós, como o pó da terra, recebemos o Sopro de Vida. Esta nossa criação é fruto da bondade e do poder do nosso Deus”, completou.

Em Gênesis 1, 26-27 ouvimos que Deus nos fez à imagem e semelhança dEle e existem três pontos que nos assemelham profundamente do Senhor: a inteligência que temos, a liberdade e a capacidade de amar. No final da noite, no momento da adoração, fomos convidados a louvar o Senhor pelo que somos, pelo nosso corpo, pela nossa matéria, pela nossa semelhança com Deus.

Na quarta-feira o Padre Helder nos falou sobre o “Nascer de novo”, à luz da palavra em João 3, 3. Ele disse que é necessário que todos nasçamos de novo. “Todos nós um dia fomos batizados e lá começou a nossa vida divina e eterna. Isto é uma graça para nós, pois é aí que começa a nossa vida no Espírito Santo”, afirmou. Disse ainda que o que deve ficar arraigado sempre em nós não é o que nos forma como seres humanos, mas o nosso nascimento para o alto.

Nos convocou como carismáticos, lembrando da missão que nos foi confiada pelo Papa Francisco: precisamos levar o batismo no Espírito Santo adiante, viver a comunhão, a vida fraterna em unidade e praticar o amor! “O Papa nos tem pedido para irmos em missão e em encontro do próximo e é assim que deve acontecer com todo aquele que nasceu do Espírito”, finalizou.

Na quinta-feira, após a leitura da passagem de Gálatas, 5, 26, tema da noite, Marcelo Marangon inicia destacando que a passagem se refere às obras da carne e também aos frutos do Espírito. Quando pensamos em um fruto, devemos associá-lo à árvore que o gera. A árvore que gera o Espírito, Fruto que gera Frutos, chama-se amor.

“Na vida você sempre terá a decisão e a oportunidade de semear o que quiser, você tem o livre arbítrio para semear, a escolha daquilo que você semeia é sua, mas a de colher não. Aquilo que o homem semeia é aquilo que o homem colhe”, completou. E finalizando a noite, afirmou que é quando Jesus habita em nossos corações que as obras da carne são expulsas e em nós é gerado o Fruto do Espírito. Deixemos que o Espírito Santo habite em nossos corações, para que a partir de nós possamos mudar a nossa história e a de nossas famílias.

Na última noite, iniciamos o momento de oração agradecendo ao Senhor por toda a Semana de Louvor. Foi o momento de voltarmos os olhos ao Pai e nos entregarmos a tudo o que Ele tinha a nos dizer no último dia da nossa semana. Com o Padre Eduardo José e com a moção do ano para a RCC, iniciamos a noite refletindo sobre como as pessoas nos tempos atuais podem viver longe da vida que Deus tem para cada um de nós.

Ele explica que sempre que retornamos a um lugar do qual não deveríamos ter saído, somos justificados. Quando Jesus volta para junto da Santíssima Trindade, Ele leva consigo toda a humanidade e é quando o homem volta para a sua casa que o amor de Deus é derramado em nossos corações, “quando o Amor do Pai e o do Filho passa pelo homem, Amor esse que é o próprio Espírito Santo”, completou.

Ao término de todas as pregações, um momento profundo de adoração ao Santíssimo Sacramento fez com que a presença de Deus se tornasse real em nosso meio e com a ação do Espírito Santo, muitas graças e bênçãos foram proclamadas em nosso meio.

É sempre uma alegria ver o coração dos nossos irmãos e irmãs tão cheios de graça e de motivos para louvar e bendizer ao Senhor. Como RCC da Arquidiocese de Ribeirão Preto, estamos felizes por ver o quanto somos todos amados por Deus, por nos conceder a graça que foi a 17ª Semana de Louvor. Desde já temos inúmeros motivos para bendizer ao Senhor nosso Deus e já estamos com o coração cheio de felicidade e prontos para a missão que Deus nos confiou: levar adiante a cultura de Pentecostes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

levitra originale online italia viagra originale 25 mg viagra originale farmacia online viagra originale pfizer Viagra generico viagra generico italia online compra viagra generico Italia cialis originale prezzo in farmacia cialis originale consegna in 24 ore in Italia cialis originale online forum Cialis originale interagisce Levitra Originale Effetti levitra originale 10 mg levitra originale o generico cialis generico Italia cialis generico effetti collaterali cialis generico consegna rapida Levitra generico Effetti